• Ariadne Vasconcelos

Você tem uma escolha saudável na sua vida?

Atualizado: Jun 15

Estamos em constante processo de mudança, seja pela pandemia, por mudanças climáticas ou apenas por querer levar uma vida com mais bem-estar, saúde e sustentabilidade.



Basta entrar em um supermercado aqui na Europa para perceber que os hábitos de consumo estão mudando e já não são os mesmo de 10 anos atrás. Nos primeiros passos que damos já somos recepcionados pelos produtos #veganos e #glutenfree no corredor principal, antes eles apenas ocupavam uma estante. Hoje, já estão por toda parte e isso me faz refletir sobre como as pessoas estão começando a incorporar na suas vidas vida uma escolha saudável.


A globalização expandiu-se não só na cozinha, mas também no estômago das pessoas o que resultou em um consumidor mais informado, que faz questão de ler os rótulos e saber exatamente o que está colocando para "dentro de si". É uma questão de respeito consigo mesmo e muitos slogans de dieta falam exatamente isso "somos o que comemos" .

Hoje em dia, já encontramos novos termos como Clean Label (ingredientes de origem natural, o chamado rótulo limpo), Gluten Free (sem farinha) ou Free From (sem a adição de algum ingrediente específico) e Plant Based ( feito de matéria prima de origem vegetal), tudo isso já fazem parte das etiquetas nutricionais dos produtos.


Acho que as pessoas estão levando isso tão a sério, que a demanda do público chamado "flexitariano" (pessoas que diminuíram o consumo de carne e laticínios mas que se permitem fazer algumas exceções de vez em quando) está aumentando exponencialmente.. Eles não possuem nenhum tipo de alergia alimentar mas, preferem consumir vegetais e alimentos na forma mais natural possível, de preferência não refinados e minimamente processados. É o grupo que mais cresce no mundo inteiro e já representam um aumento de 20% nas vendas do setor, por isso os supermercados já possuem uma gôndola repleta de produtos na entrada só para eles.

No Brasil já podemos ver esse comportamento refletido em algumas grande redes como Grupo Pão de Açúcar no seu Espaço Saudável e até o McDonals já percebeu a demanda desse setor com o seu MCVeggie.

Muitas pessoas abandonaram completamente o hábito de consumo da qualquer tipo de carne e se convertem em #veggies (pessoas que não consumem nenhum tipo de proteína animal e nada que causa sofrimento aos animais) . Aqui na Europa, isso já é tendência e em breve será no mundo inteiro. Um estudo da Survey of European Shoppers indica que 70% dos consumidores europeus compram alimentos saudáveis com menos açúcar, gordura e calorias. Os produtos chamados BIO e ECO aqui na Espanha representam produtos completamente naturais e sem nenhuma alteração genética na sua composição desde o plantio até chegar à mesa do consumidor.


O Brasil é o 4ª colocado em consumo de alimentos saudáveis no ranking global e chega a movimentar mais de U$35 bilhões por ano, segundo o Euromonitor (agência internacional de pesquisa de mercado) e a pretensão é que aumente em 50% nos próximos anos.

Mas, não são só as novas gerações que estão se convertendo em pessoas #veggie e #glutenfree, gente na faixa de 40 a 60 anos e idosos também, todo mundo quer viver mais, melhor e de preferência mais saudável

Um outro fator interessante é a preferência por um baixo teor de #açúcar no produtos, o que fez o EUA exigirem que as grandes indústrias de alimentação coloquem a quantidade exata que possui em cada produto. O açúcar branco vai perdendo espaço nas prateleiras deixando caminho livre para o #açúcarmascavo e #açúcardemerara que vão se tornando os " novos queridinhos" dos consumidores.

A procura por produtos práticos,baratos, alimentação saudável e sustentabilidade já definem o novo comprador e as empresas estão mais do que nunca de olho nessa tendência. O mercado do #veganos e #semgluten vai disparar nas próximas décadas e quem ainda não é provavelmente vai se tornar um pouco querendo ou não.


48 visualizações

©2019 by Meu Site. Proudly created with Wix.com